Matinhos
Foto: Flight Drones

Matinhos


A colonização de Matinhos começou em meados de século XIX, quando os índios carijós habitavam o litoral paranaense, descoberto em 1820 pelo francês Augusto de Saint’Hilaire. Sua primeira denominação foi Matinho, nome de um rio existente no município e, seus colonizadores iniciais foram os portugueses e italianos, que fundaram colônias agrícolas. Em 1927, foi inaugurada a Estrada do Mar, ligando Paranaguá a Praia de Leste, que trouxe diversas famílias em sua maioria alemã, fixadas em Matinhos, entre elas a de Augusto Blitzkow, responsável por um plano de urbanização para Caiobá.
Em 27 de janeiro de 1951, de acordo com a Lei nº 613, Matinhos foi elevada à categoria de Distrito pertencente à Paranaguá, e à categoria de Município, a 12 de junho de 1967, desmembrando-se de Paranaguá.

Centro
Na região central de Matinhos, se concentra um grande número de estabelecimentos comerciais e também de serviços, como agências bancárias dos principais bancos, Sanepar e cartórios. Local muito procurado por turistas e moradores, com praças, calçadão, Igreja Matriz e a Igrejinha de São Pedro, que é a primeira igreja de Matinhos.

Caiobá
O mais badalado e tradicional balneário do Paraná está localizado na região sul do município de Matinhos.
A origem do nome Caiobá é controversa, existem em vários relatos. Em 1820, Auguste de Saint Hilaire cita Caiobá (do guarani cairoga - casa de macaco). Em 1989, Silva coloca Caiobá - mato azulado. Em 2002, Barthelmess coloca a combinação kaá - mato e ubá - canoa que resulta em ‘mato bom para se fazer canoa’. Parece ser a explicação mais coerente, pois as canoas dos antigos pescadores locais eram feitas com o tronco de Guapuruvu, árvore abundante em todas as encostas da Serra do Mar, especialmente em Caiobá.
Recentemente, teve conhecimento da possível ligação do nome Caiobá ao da Taioba, planta muito comum no litoral e que se desenvolve com facilidade nas encostas dos morros. Acredita-se que junto ao morro existem muitos pés de Taioba e, consequentemente, os antigos tratavam o local como a praia da Taioba, sofrendo alteração posterior para ‘Caiobá’. Composta por duas belíssimas praias, a mansa e a brava, é o destino preferido de muitos turistas.

Praia Central
Chamado também de Mias Pedras devido a sua formação rochosa, no qual se tem uma visão panorâmica do aglomerado urbano de Matinhos e de todas as praias do município.
O Pico de Matinhos fica entre a Praia Brava e Praia Central de Matinhos. Nele, foi construída uma estrutura de madeira com mirantes, sendo o principal atrativo natural do município.
Exuberante pelas suas paisagens, nos proporciona um relaxamento quando apreciamos o amanhecer. O local é muito frequentado por surfistas devido às boas formações das ondas e por ter uma das maiores direitas do Brasil.

Praia Norte
Localizada entre os Balneários Flamingo e Jardim Monções, na divisa com o município de Pontal do Paraná, e extensão de 14 km de orla, possui 26 balneários.
É também considerada uma das praias mais urbanizadas da cidade e costuma atrair diversos turistas durante a alta temporada, que aproveitam para relaxar, tomar um refrescante banho de mar, ver o nascer do sol e repor as energias. O lugar é uma das referências na prática de surf e pesca, e no verão é comum ver diversos surfistas praticando suas manobras e pescadores em seus arremessos.
Com uma larga faixa de areia dourada e grossa, o mar é agitado, com boas ondas e águas claras. É propício para o banho, sendo indicado apenas que o visitante tenha cuidado com as ondas.

O que Visitar

Igreja Matriz de São Pedro
Construída para atender o crescente número de fiéis, possui arquitetura moderna. Sua devoção é por São Pedro, Padroeiro dos pescadores, cuja comemoração é no dia 29 de junho. Localiza-se na Rua Albano Muller, 196.

Igrejinha de São Pedro
Construída entre os anos de 1938 e 1944, durante muitos anos abrigou a Igreja Matriz de São Pedro. Constitui-se no único bem histórico que rememora aos primórdios do município. Em 1986 foi tombada pela Câmara Municipal como patrimônio histórico da cidade. Localiza- se na Rua Roque Vernalha, s/nº.

Morro do Escalvado
Também conhecido como Morro da Cruz, possui aproximadamente 262 metros de altura, com abundante vegetação nativa e trilhas que levam ao cume de onde se tem uma vista panorâmica de todas as praias da região. Informações com a Secretaria Municipal de Turismo e Desenvolvimento Economico. Tel. (41) 3971-6016.

Morro do Boi
Com aproximadamente 160 metros de altura, trilha ecológica que leva da Praia Bela ou dos Amores até o outro lado do Costão, mar aberto e local de pescaria.

Ilha das Tartarugas
Também conhecida como Ilha do Farol é ligada a Praia dos Amores por um istmo de pedras que pode ser visitada durante as marés baixas.

Parque Florestal Rio da Onça
Criado em 04 de junho de 1981, com objetivo de proteger a flora e a fauna, possui 1660 hectares, portal, trilhas interpretativas, pontes suspensas, centro de visitantes e mirante.
Preserva caxetas, brejos graminosos e restingas cobertas por guanandis, maçarandubas, palmitos e tiriricas, habitado por preás, gatos do mato e gambás. Visitas para grupos acima de 10 (dez) pessoas é necessário o agendamento prévio. Informações com a SEMAM Tel. (41) 3452-2143. Localiza-se a 600 metros da praia. Acesso pela PR 412, balneário Riviera II. Horário de visitação: terça-feira a domingo das 9h às 11h30 e das 13h30 às 17h

Pico de Matinhos
Ponta de Pedras que divide a Praia Central de Matinhos com a Praia Brava, onde foi construída uma estrutura de madeira com mirantes, é ponto ideal para relaxamento e apreciação da paisagem. O local é muito frequentado por surfistas devido às boas formações das ondas.


Calçadão da Praia Local apropriado para passeios, práticas esportivas: como caminhada, corrida e andar de bicicleta pela ciclovia, apreciando a natureza.
Mercado dos Pescadores Local que abriga a cultura dos pescadores e onde se comercializa vários tipos de pescados. Localiza-se na Rua Martinho Correia, 412 – Centro.

Parque Nacional de Saint-Hilaire/Lange
Criado em 23 de maio de 2001, através da Lei nº 10.227, com objetivo de proteger a flora e a fauna da região, possui 25 mil hectares, tem como órgão gestor ICMBIO-Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, abrange os municípios de Matinhos, Morretes, Guaratuba e Paranaguá. Além da importância ecológica e científica o Parque tem grande potencial para desenvolvimento de atividades de ecoturismo e montanhismo, por causa dos rios cristalinos, saltos, cachoeiras, paredões e serras – o ponto mais alto está a 1480 metros acima do nível do mar. Com sua fauna e flora exuberantes, Mata Atlântica bem preservada, onde são encontradas espécies ameaçadas de extinção, a variação da altitude e o isolamento da serra formam o ambiente ideal para o surgimento de espécies únicas.
Visitas ao Parque é necessário avisar a administração da unidade. Informações Tel. (41) 3452-6340 – Rua das Palmeiras, 170 - Caiobá. home page: www.parnasainthilairelange.wordpress.com
Praias
Vários balneários compõem o Município de Matinhos, entre eles encontram-se: Corais, Jussara, Gaivotas, Guacyara, Currais, Ipacaraí, Betaras, Solimar, Marajó, Saint Etiene, Florida, Riviera I e II, Flamingo, além da praia de Matinhos, situada na própria sede do município, com águas agitadas pouco profundas e escassez de vegetação.
A beira-mar localiza-se um mirante, construído sobre uma formação rochosa do qual se tem uma visão panorâmica do aglomerado urbano de Matinhos e de todas as praias do norte do município.
O balneário de Caiobá é o maior e o mais requintado de todos, divide-se em: • Praia Brava - situa-se numa enseada, com águas rasas e um pouco agitada. Nela são realizados campeonatos de surf. • Praia Mansa - localizada na entrada da baía de Guaratuba, com águas bastante calmas e pouco profundas. Dela atinge-se a Praia Bela ou Praia dos Amores e a Ilha das Tartarugas ou do Farol
Áreas de Lazer / Pesque Pague
Parque Temático Cadastrado no Ministério do Turismo
Parque Águas Claras PR 508, km 20 (Rodovia Alexandra / Matinhos) Cambará Tel.(41) 9207-2676 / 3473-3447 3024-8891 (Curitiba) e-mail: faleconosco@parqueaguasclaras.com.br home page: www.parqueaguasclaras.com.br Atendimento: dezembro a fevereiro diariamente das 8h às 18h, março a outubro nos finais de semana e feriados - novembro de quinta-feira a domingo.